Petrobras e Statoil ampliam parceria

Petroleiras fazem acordo preliminar para compartilhamento de infraestrutura de gás e aumento do fator de recuperação em campos maduros

[29.09.2017] 19h46m / Por Gabriela Medeiros

A Petrobras e a Statoil assinaram um acordo preliminar para que as companhias compartilhem infraestrutura de gás na Bacia de Campos, inclusive no bloco BM-C-33, onde foi feita a descoberta de Pão de Açúcar.

O acordo também estabelece uma parceria para que as empresas trabalhem na ampliação de reservas de campos maduros em águas profundas, com foco inicial no pós-sal da Bacia de Campos. O objetivo é aumentar o fator de recuperação de campos na região.

As cooperações são fruto do memorando de entendimento assinado entre as petroleiras em agosto de 2016. Atualmente, Statoil e Petrobras são parceiras em dez blocos em fase de exploração, entre elas, o próprio BM-C-33, que é operado pela petroleira norueguesa com 35% de participação, com outros 30% da Petrobras e 35% da Repsol Sinopec.

A previsão é que a produção de gás na área possa chegar a 15 milhões de m³/dia de gás. Entre as soluções estudadas pelo consórcio para o escoamento da produção estão a construção de um gasoduto.

No último ano, a Petrobras assinou memorandos de entendimento semelhantes com Shell, Galp, Total e CNPC.